Review Xiaomi Mi Band 2


A Xiaomi Mi Band 2 é uma pulseira inteligente que promete ser perfeita para quem deseja perder peso ou espantar os riscos do sedentarismo à saúde. Compatível com celulares Android e iPhone (iOS), o acessório monitora dados como batimentos cardíacos, passos e distância percorrida pelo usuário ao longo do dia. Tudo isso a um preço inferior a produtos similares: a partir de US$ 23 (cerca de R$ 73, em conversão direta) via importação ou por R$ 140 em sites brasileiros.

Se as habilidades “fitness” não forem suficientes, a Mi Band 2 traz ainda funcionalidades como notificações de chamadas e aplicativos, desbloqueio de celulares sem senha e até despertador. No entanto, será que o acessório é ainda uma boa opção de compra mesmo não sendo vendido oficialmente no Brasil? Confira este review completo do TechTudo com os prós e contras da pulseira inteligente da Xiaomi.

Design

Mesmo com as críticas positivas à primeira Mi Band, a Xiaomi se empenhou para melhorar e corrigir algumas falhas na construção da sua pulseira. A empresa ainda usa um material emborrachado e antialérgico, mas a fixação foi reforçada para evitar que o sensor fosse retirado pela parte externa do bracelete. Na última geração, essa falha fazia com que usuários perdessem o acessório durante atividades físicas mais intensas.

Por falar no sensor, um destaque da Mi Band 2 é uma pequena tela OLED que exibe informações como horas, progresso de atividades físicas, notificações e os batimentos cardíacos. A novidade permite que o usuário confira os dados da pulseira sem ter que recorrer a um smartphone, podendo utilizar tanto o botão capacitivo, como movimentos com o punho para navegar. Em nossos testes, foi possível enxergar tranquilamente o visor na maioria das condições de luz.

Fonte: Tech Tudo


Comentários